Uma proposta para releitura da guerra espiritual no Neopentecostalismo:

um olhar subjacente ao fenômeno

  • Moyses Naftali Leal Quitério Universidade Presbiteriana Mackenzie

Resumo

O presente ensaio busca investigar a origem da guerra espiritual do neopentecostalismo. Para isso parte de uma breve revisão de eruditos como pano de fundo e busca um novo caminho. A sua busca não se inicia na origem da pós-modernidade como é feito hoje, e sim no olhar subjacente do fiel, de como ele entende. Neste texto procuramos valorizar as questões pessoais e privadas que não foram observados pela maioria dos pesquisadores. Partimos então da ideia de que o problema do mal se origina no judaísmo e que o neopentecostalismo possui ainda essa pertença por ter justamente a Bíblia como livro base de sua religião. Contudo é sabido que o neopentecostalismo se utiliza de uma religiosidade popular brasileira. Como resultado, pressupomos uma perspectiva não no que tange a exclusão social e econômica como uma maneira de alienação política para explicar a guerra espiritual, mas sim, um ideal de participação e valorização pessoal. 

Publicado
2019-07-16