SENTIDOS DA MATERNIDADE:

RELEITURAS E AMBIVALÊNCIAS A PARTIR DE UM ESTUDO DE CASO

Autores

  • Jordane Priscila Graudin Von Indelt Faculdade Refidim
  • Orlando Afonso Camutue Gunlanda Faculdade Refidim

Resumo

A proposta deste trabalho é problematizar os sentidos produzidos por mulheres que não querem e/ou não queriam ser mães sobre a maternidade no contexto religioso, a partir das relações que estabelecem com o papel materno e/ou com sua recusa. A metodologia adotada foi o estudo de caso, com encontros online entre cinco mulheres na faixa etária de 22 a 37 anos, para compreender suas perspectivas sobre a maternidade. Na teologia, visibilizar os sentidos que essas mulheres produzem sobre o papel materno pode contribuir nas reflexões acerca da maternidade enquanto fenômeno social, em sua relação com religião e gênero, encorajando um olhar sensível para a riqueza do feminino na obra criadora de Deus.

Biografia do Autor

Jordane Priscila Graudin Von Indelt, Faculdade Refidim

Licenciada em Letras – Língua Portuguesa (Univille, SC). Graduanda em Teologia na Faculdade Refidim/CEEDUC (Joinville – SC). E-mail: jordanyh_oi@hotmail.com.

Orlando Afonso Camutue Gunlanda, Faculdade Refidim

Mestre em Psicologia. Doutorando e pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). E-mail: orlando@ceeduc.edu.br

Downloads

Publicado

08.07.2022