“CUIDA-DORES” DE IDOSOS: AS EMERGÊNCIAS DESTES “AMA-DORES”

  • Allan Henrique Gomes FACULDADE REFIDIM, Joinville/SC
  • Luiz Eduardo Zuchi
  • Sara Millnitz Roberto
  • Tânia Rosinha Heiderscheidt de Oliveira

Resumo

Este artigo tem como objetivo promover reflexões sobre as práticas emergentes do cuidado que contribuirão para o processo preventivo e curativo da saúde dos profissionais cuidadores. Para tal desenvolvemos uma revisão bibliográfica sobre a constituição dos/as cuidadores na sociedade ocidental, bem como dialogamos com “Rosane”, uma cuidadora que faz parte de uma rede informal de cuidadores na cidade de Joinville/SC. O “diálogo” foi possível mediante uma entrevista concedida em forma de narrativa, em novembro de 2012 e gravada com recursos de áudio e vídeo. Nos resultados, depois de um breve percurso histórico que expressa a constituição do cuidado como uma modalidade inicialmente familiar, informal e feminina, discutimos os aspectos “ama-dores” e os riscos da profissão dos “cuida-dores”, apresentando finalmente, possibilidades de cuidado e atenção aos cuidadores, com destaque a alguns serviços na cidade de Joinville/SC.

Biografia do Autor

Allan Henrique Gomes, FACULDADE REFIDIM, Joinville/SC

Publicado
2015-06-30